A g n u s D e i

JUBILEU DO ANO 2000:
ABRE-SE A PORTA SANTA
Fonte: Informativo RedeVida nº 31 - Dez./99

Neste crepúsculo/aurora de milênios, os "mass-media" e a "vox populi" multiplicam comentários sobre os mil anos que findam, e presságios sobre os mil anos que chegam... Neste sentido, permitam-nos ressaltar alguns tópicos neste final do Segundo Milênio da Era Cristã:

6 SINAIS DA MISERICÓRDIA DE DEUS

  1. Sinal da Porta Santa: aberta pela primeira vez em 1423, em Roma. Na noite de Natal deste ano de 1999, o papa João Paulo II abre, na Basílica de São Pedro, no Vaticano, a Porta Santa do 28º Ano Santo da Igreja.

  2. Sinal da Peregrinação: do nascimento à morte, o homem é peregrino da Fé, em busca de Deus...

  3. Sinal da Indulgência: é a misericórdia do Pai, que perdoa as penas temporais devidas aos pecados dos seus filhos.

  4. Sinal da Purificação da Memória: a Igreja pede perdão pelos erros cometidos pelos cristãos.

  5. Sinal da Caridade: urgente e generosa ajuda a pobres e excluídos.

  6. Sinal da Memória dos Mártires: é o amor cristão, que se faz vítima pela vida e salvação do próximo.

6 DESAFIOS PARA A AÇÃO MISSIONÁRIA DA IGREJA

  1. Libertação dos Oprimidos: celebrar o Jubileu do Ano 2000 é comprometer-se com a justiça e a paz; lutar pelo desenvolvimento dos povos; denunciar opressões ao homem.

  2. Proclamação da Boa Nova: Jesus Cristo nasceu há 2000 anos; mas dois terços da Humanidade ainda não O reconhecem como Filho de Deus, Redentor / Salvador.

  3. Atualidade do Jubileu: impregnar a História com a dinâmica evangelizadora do Jubileu, para transformá-la em História da Salvação.

  4. Universalidade do Jubileu: "crónos" de graça para a proclamação / defesa dos Direitos Humanos.

  5. Pregação da Misericórdia de Deus: ano jubilar, de graça e perdão, reafirmando a imagem da ternura de Deus, e reconciliando Igrejas, etnias e países.

  6. Direitos da Terra (Ecologia): o último desafio do Jubileu diz respeito aos direitos da Terra e da Natureza, violentadas por um consumismo irresponsável. Tocar a trombeta (yobel) jubilar é acordar o Mundo para a festa da Vida e da Graça de Deus.

6 PRAGAS NESTE FINAL DE MILÊNIO

  1. Genocídios: perpretados pelo nazismo e pelo comunismo; pelas guerras étnicas na Europa; pelos extermínios intertribais na África; pelas lutas religiosas na Ásia.

  2. Exploração de Crianças: crime dos mais hediondos contra crianças, apenas despertadas para a vida e já vítimas de um mundo tão perverso.

  3. Pena de Morte: a vida é um dom de Deus. Valor inestimável, a ser sempre defendido.

  4. Destruição Ecológica: o ser humano é o maior destruidor da natureza. Ganância e lucro devastam o meio-ambiente, gerando desastrosas conseqüências para a vida, em todo o Planeta.

  5. Armamentos: os Cristãos precisam gritar bem alto: "o Reino de Deus tem sua força na Paz, não nas armas!".

  6. Cultura da Morte: João Paulo II escreveu a carta [encíclica] "Evangelium Vitae", convidando o mundo a assumir postura cristã corajosa, forte e profética em defesa da vida, com um forte "não" ao aborto, à eutanásia, ao desamor e a toda modalidade de cultura da morte.